10 de setembro de 2008

Dicionário dos Arquivos de Vídeo


Quando fazemos o download de arquivos de vídeo na internet, observamos várias denominações com base na fonte utilizada para se fazer a cópia do filme. CAM, SCREENER, DVDrip, etc. Entender estes termos é importante, pois podem te ajudar a escolher um arquivo com uma melhor qualidade de áudio e vídeo, entenda melhor estes termos lendo a matéria completa!

CAM
É um “rip” feito no cinema, geralmente com uma câmera digital. A pessoa filma a exibição captando o áudio e vídeo, normalmente com câmera de pequeno tamanho e muitas vezes utilizando um pequeno tripé, senta em um local mais escondido da sala de cinema e faz uma cópia da exibição. Vídeo e áudio geralmente com qualidade ruim.

TELESYNC(TS)
Um telesync tem as mesmas características de um CAM, só que usa uma fonte externa de áudio (normalmente um phone de ouvido na poltrona para pessoas que não ouvem bem) apresentando um som melhor que na versão CAM.

TELECINE(TC)
Uma máquina de telecine copia o filme digitalmente dos rolos. O som e a imagem costumam ser muito bons, mas devido ao equipamento e custos envolvidos, os telecine são muito raros. Geralmente o filme estará com o aspect ratio (proporção) correcto, apesar de existirem telecine de 4:3 (tela cheia).

TIMECODE
Este termo é utilizado quando a cópia apresenta um contador de tempo(cronômetro)que aparece na tela durante toda a exibição do filme.

SCREENER(SCR)
Uma fita VHS prévia, enviada para locadoras e vários outros lugares, para uso promocional. Um screener é fornecido de uma fita VHS e normalmente em 4:3 (tela cheia), apesar de alguns screener com faixas pretas já terem sido lançados. A maior desvantagem é um “ticker” (uma mensagem que aparece na parte de baixo da tela com os direitos autorais e um telefone anti-pirataria). Além de que, se a fita tiver algum número de série, ou qualquer outra marca que possa denunciar a origem da fita, esses terão de ser escondidos, normalmente com uma faixa preta em cima. Isso costuma durar apenas uns segundos, mas infelizmente, em alguma cópias, dura o filme inteiro e alguns podem ser bem grandes. Alguns autores também utilizam o termo screener como sinônimo para CAM, devido a ruim qualidade de áudio e vídeo dos dois materiais

DVD-SCREENER (DVDscr)
Mesmas condições do screener, mas com uma fonte de DVD. Normalmente com letterbox (faixas pretas), mas sem os extras que o DVD final (de venda e/ou aluguer) possa ter. O ticker não costuma ficar nas faixas pretas, e pode atrapalhar a visão. Se o “ripador” tiver o mínimo de conhecimento, um DVDscr deve sair muito bom. Normalmente passado pra SVCD ou DivX/XviD.

DVDrip:
Uma cópia do lançamento final do DVD. Se possível, é lançado na internet antes mesmo do DVD de venda e/ou o aluguer ser lançado. A qualidade deve ser excelente. DVDrips são lançados em SVCD e DivX/XviD.

WORKPRINT (WP)
Um workprint é uma cópia do filme que ainda não foi finalizado. Pode conter cenas faltando, música, e a qualidade pode variar de excelente a muito ruim. Alguns WPs são diferentes da versão final (Homens de Preto está faltando todos os aliens e tem figurantes em seus lugares) e alguns tem cenas extras (Jay and Silent Bob).

DivX / XviD
Dois codecs de última geração sendo o DivX mais antigo. Estão baseados no formato de compressco MPEG-4, compressão de vídeo de alta qualidade. Alguns chamam o MPEG-4 de “MP3 do vídeo”. Com os arquivos em DivX você poderá assistir os filmes com no seu PC ou em um DVD Player que suporte estes formatos.

AC3 - Codec de áudio
Conhecido como Audio Coding 3, é melhor que o Mp3 e é sinônimo para o Dolby Digital hoje em dia. Utilizado em alguns filmes com mais de 2 CDs, devido ao seu tamanho maior. Oferece uma boa qualidade de áudio.

AAC - Advanced Audio Coding
Outro formato de compactação de áudio, que possui um tamanho em geral menor que o AC3. É baseado no AC3, mas acrescenta uma variedade de melhorias em principalmente em nível de compactação. Atualmente é difícil encontrar um player ou hardware que suportem esse novo formato de áudio.

Expressões encontradas:

PROPER:
Devido aos critérios, quem lançar o primeiro Telesync ganhou a corrida (por exemplo!). Mas se a qualidade desse release for ruim, devido alguns problemas na imagem ou som, e outro grupo tem outro telesync (ou a mesma fonte, mas em melhor qualidade) então a expressão PROPER é adicionada para indicar um arquivo de qualidade superior ao outro inicialmente lançado.

UNRATED:
Versão sem cortes.(Normalmente os vídeos são editados para conseguir um classificação etária mais ampla nos cinemas, já em DVD são lançados completos.

LIMITED
Um filme limited significa que ele tem um número de exposições em cinemas limitados, normalmente estreando em menos de 250 cinemas. Geralmente filmes pequenos (como filmes de arte) são lançados nesse estilo.

STV - Straight To Video:
Filmes ripados de DVD que nunca foram para o cinema, caíram direto para as locadoras e TVs.

REPACK/RERIPSe:
Quando um grupo lança um rip ruim, eles irão re-lançá-lo, o qual virá com os problemas corrigidos e acerescido da expressão REPACK.

Bem, acho que agora quando você for fazer um download de um filme e encontrar estes termos "estranhos" não ficará tão perdido!